Voltar

Sem Lactose

Alimentos ricos em cálcio colaboram com a saúde dos intolerantes

Fique atento e saiba como evitar uma possível deficiência de cálcio no seu organismo por conta da restrição na ingestão de lácteos.

A intolerância à lactose provoca uma alteração na rotina alimentar, como explicamos anteriormente neste post, pois faz com que a pessoa precise excluir leite e alimentos derivados dele do cardápio. Portanto, é preciso ser vigilante com a saúde, mantendo exames de rotina em dia e verificando como estão os níveis de vitaminas e minerais - coisas que só são realizadas com acompanhamento médico profissional.


Uma das consequências à saúde causadas pela intolerância à lactose é que, na ausência do consumo de leite animal, pode haver deficiência de cálcio no organismo. E este mineral é o responsável pelo crescimento, desenvolvimento e resistência dos ossos e dos dentes, além de ter um importante papel na coagulação sanguínea. Quando se diagnostica a deficiência de cálcio, o corpo pode sofrer a perda de massa óssea e, por consequência, desenvolver a longo prazo a osteoporose. 


O consumo de alimentos ricos em cálcio é o principal aliado em caso de deficiência. Inclusive, para estimular a absorção e fixação de cálcio no corpo, é fundamental que os níveis de vitamina D estejam em dia, pois é essencial no processo. Ou seja, tudo sempre depende de uma alimentação equilibrada. E, para os intolerantes à lactose, é fundamental colorir o prato com outros alimentos de origem animal, como carnes e ovos, mas também verduras e legumes escuros - todos estes ricos em cálcio. 


Anote alguns alimentos ricos em cálcio:

  • brócolis

  • couve-folha

  • couve-flor

  • nozes

  • castanhas

  • pistache

  • cereais

  • feijão branco

  • leites vegetais enriquecidos com cálcio

  • grãos como gergelim, chia, quinoa e grão-de-bico


Para que o organismo absorva corretamente o cálcio presente nestes alimentos, é importante exercitar-se e evitar o consumo excessivo de cafeína, álcool, sal, açúcar e gorduras, pois aumentam a eliminação do mineral. Em tempo: o cafézinho pode ser mantido em sua dieta, desde que não seja consumido logo após a refeição. No meio da manhã e no meio da tarde está liberado!


Se você suspeita que pode ser intolerante à lactose, você pode conferir este post, verificar se possui os sintomas e procurar um médico ou nutricionista para confirmar o quadro. Ao ser diagnosticado com intolerância à lactose, lembre-se que o acompanhamento é fundamental.