Voltar

Sem Glúten

Associações de celíacos: uma ajuda importante

Conheça a Fenacelbra e as Acelbras e saiba como podem ajudar quem é celíaco a ter uma maior qualidade de vida.
Quem tem doença celíaca ou alguma desordem relacionada ao glúten sabe que manter uma dieta sem glúten ao longo da vida é uma questão que passa pela segurança alimentar e, também, por certa dificuldade na inclusão social. Para apoiar tais pacientes, existem pelo Brasil 13 Associações de Celíacos (Acelbras), promovendo atendimento, orientação e a defesa dos seus direitos e interesses. 

Seguindo a máxima de que juntos somos mais fortes, desde 2006, as Acelbras agem em conjunto através da Federação Nacional das Associações de Celíacos do Brasil (Fenacelbra), associação civil sem fins econômicos e sem vínculo político ou religioso que integra, coordena e representa, no Brasil e no exterior, as entidades filiadas.

A Fenacelbra se propõe, entre outras coisas, a:

• Promover ações de educação, capacitação, divulgação, conscientização e defesa dos que necessitam de uma dieta sem glúten ao longo da vida;

• Lutar pelos direitos do celíacos e sensíveis ao glúten, visando aumentar a segurança alimentar e a inclusão social de todos os que necessitam de uma dieta sem glúten ao longo da vida.


Como encontrar ajuda

​Além de atuar em prol dos direitos do celíacos e pessoas sensíveis ao glúten, a Fenacelbra disponibiliza em seu site https://www.fenacelbra.com.br/ uma série de informações sobre a doença celíaca, seu diagnóstico e o único tratamento recomendado, ou seja, a dieta isenta de glúten somada à uma alimentação e nutrição adequadas. Nele você encontra uma série de materiais educativos que poderão facilitar a sua rotina, como:


 Informações sobre a prevalência da Doença Celíaca no Brasil e no mundo;

• Contato das 13 Acelbras e de 8 Grupos de Celíacos em diferentes cidades brasileiras; 

• Uma série de bons artigos no blog;

• Uma seção de publicações, com e-books informativos, livros de receitas e materiais produzidos pela Federação e pelas Acelbras. 



Fonte: Fenacelbra