Voltar

Sem Glúten

Como não ganhar peso na dieta sem glúten?

Quando a pessoa intolerante precisa cortar o glúten da dieta, acaba incluindo outros alimentos, que muitas vezes são mais calóricos. A orientação é simples: evite excessos, seja de alimentos in natura, seja de produtos industrializados.

Adotada por quem é celíaco, a alimentação sem glúten pode resultar – diferente do que muitos pensam – em ganho de peso a médio prazo. Sabemos que diversos fatores comportamentais e alimentares vão impactar nesse aumento de peso e vamos falar sobre eles neste post.

Segundo o Ministério da Saúde, vivem hoje no Brasil cerca de 1 milhão de portadores da doença celíaca, ou seja, com intolerância ao glúten. Quando consumido, o glúten ataca as células do intestino delgado, gerando uma inflamação crônica e uma desordem inflamatória nestes pacientes. Assim, além de sintomas como diarréia, prisão de ventre, cólicas, enxaqueca e inchaço, a doença celíaca compromete a absorção dos nutrientes, resultando,  inclusive, em carências nutricionais. 

Quando a pessoa intolerante precisa cortar o glúten da dieta,  acaba incluindo outros alimentos, que muitas vezes são mais calóricos. No início da mudança, quando o organismo ainda está debilitado e a capacidade de absorver apropriadamente as vitaminas e nutrientes está abalada, o cardápio acaba sendo mais rico em calorias e gorduras saudáveis, incluindo abacates, óleos saudáveis (como oliva ou amendoim), e muitos tubérculos, tais como batata e aipim, entre outros. Porém, a manutenção desse cardápio pode resultar em ganho de peso.

Quem gosta de pães e bolos não precisa abrir mão desses pratos, pois há uma série de grãos sem glúten que podem ser usados no preparo das receitas de panificação preferidas. Agora, a inclusão de outros alimentos com carboidratos, mas livres de glúten também pode colaborar com  o ganho de peso. Isso acontece porque carboidratos podem ser facilmente incluídos não apenas nos pratos principais, mas também nos lanches - como biscoitos de arroz, chips de batata, etc. Apesar de saudáveis, como qualquer alimento consumido em excesso, são calóricos.

Por fim, também é importante lembrar que produtos glúten free normalmente tem mais gordura, usada para aumentar o sabor do alimento. Então, a pessoa foge do glúten, mas consome mais calorias. Sem falar no efeito compensatório, quando o celíaco entende que esse alimento glúten free é mais saudável e, por isso, pode ser consumido à vontade. 

A orientação para não ganhar peso na dieta sem glúten é simples: evite excessos, seja de alimentos in natura, seja de produtos industrializados sem glúten. E, muito importante: sempre que tiver dúvidas sobre, consulte um profissional habilitado!


FONTES: eHow, R7 e Blog Dietbox