Voltar

Orgânicos

Açúcar para todos os gostos

Quais são os benefícios e as diferenças entre os tipos de açúcar menos refinados? Saiba mais para fazer escolhas com maior segurança e propriedade.

Os açúcares são fontes importantes de nutrientes e energia e não devem ser totalmente retirados das dietas. A maior parte do açúcar consumido no Brasil é feito a partir da cana-de-açúcar, mas também há produtos de outras fontes, como açúcar de coco. A indústria dispõe de alguns tipos de açúcar que são classificados de acordo com a forma de processamento. Os considerados mais saudáveis são o mascavo, o demerara e o açúcar orgânico.


As cores, nutrientes e o próprio processamento de todos eles é similar e pode  confundir o consumidor na prateleira do supermercado. Por conta disso, neste post vamos detalhar as características de cada um para ajudar na decisão de qual se encaixa melhor na sua dieta e escolhas de vida.

  • Mascavo – Este é o açúcar em sua forma bruta, extraído depois do cozimento do caldo de cana. Como não passa por refinamento, apresenta coloração escura e sabor encorpado, semelhante ao da planta em si - a cana-de-açúcar. Sem o processo do refino são preservados o cálcio, o ferro e os sais minerais da planta. Embora sua diferença calórica não seja considerável, o ingrediente é considerado uma das versões mais saudáveis entre os açúcares.  

  • Demerara – Logo a frente, com leve refinamento, vem o demerara, que também conserva muitos nutrientes, como açúcar mascavo. Muito utilizado nas receitas de doces sofisticados por cristalizar de forma diferenciada em determinadas técnicas de confeitaria. De sabor mais ameno em comparação ao mascavo, passa pelo processo de purificação e refinamento, porém, não leva aditivos químicos durante a industrialização.

  • Orgânico – Muito parecido com o mascavo, o orgânico se diferencia dos demais por não utilizar produtos agrotóxicos em seu plantio e cultivo e nem componentes químicos artificiais no processo de industrialização. Além disso, o açúcar orgânico não é refinado, o que lhe confere grãos grossos e cor escura. Portanto, seus benefícios estão relacionados à ausência de aditivos no campo e na fabricação, além da preservação dos sais minerais.

A preferência por produtos orgânicos, quando combinada aos hábitos de vida saudáveis, assegura qualidade de vida. Agora que você já conhece as diferenças e vantagens nutricionais de consumir um dos três tipos mais saudáveis de açúcar acima descritos, pode avaliar suas escolhas e decidir qual a melhor de inserir no seu cardápio.