Voltar

Consumo consciente

Geladeira organizada reduz de desperdícios

A desorganização na geladeira não complica apenas na hora de se cozinhar, fazendo quem cozinha perder tempo procurando ingredientes. Mais que isso, a bagunça gera perdas de alimentos e prejudica o bolso.

Uma geladeira bem organizada tem várias vantagens: os alimentos estão setorizados, pode-se enxergar melhor tudo que está ali à disposição e evitam-se perdas de alimentos. Aliás, evita-se uma série de problemas, tanto no momento de fechar as contas no fim do mês quanto na segurança alimentar da sua família. 


De acordo com pesquisa recente sobre hábitos de consumo e desperdício de alimentos, liderada pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), a média de alimentos desperdiçados no País, por domicílio, é de 353 gramas por dia. Individualmente, a média é de 114 gramas por dia, ou seja, 40 quilos ao ano. O estudo mostra, ainda, que o arroz lidera o ranking dos alimentos mais desperdiçados (22%), seguido da carne bovina (20%), feijão (16%) e frango (15%). Outro fator importante: guardar a comida da maneira errada diminui o prazo de validade e o consumo pode, até mesmo, resultar em uma doença transmitida por alimentos (DTA). 


Valéria Adami, organizadora profissional e diretora da Organizar Ambientes (@organizarambientes), diz que diversos são os equívocos quando o assunto é armazenamento de alimentos perecíveis. “Geralmente, as pessoas não sabem que cada coisa tem o seu lugar específico dentro da geladeira, por isso é preciso conhecer o eletrodoméstico. Além disso, não observar a data de validade dos alimentos também é um erro recorrente”, comenta a especialista. Ela revela algumas dicas simples e práticas para você nunca mais perder alimentos mal armazenados e aproveitar o melhor da sua geladeira:


1) Cuide do prazo de validade. Parece uma dica óbvia, mas ainda há quem não se atente. Se precisar, cole etiquetas nos alimentos para se orientar melhor.

2) Para o macarrão que sobrou do almoço, por exemplo, use um pote de vidro ou de plástico transparente e deixe em uma prateleira visível para não cair no esquecimento. 

3) Não carregue demais a geladeira. É preciso que o ar frio circule livremente para que os alimentos não estraguem prematuramente.

4) Faça uma boa higienização na geladeira. O ideal é que seja limpa uma vez por semana para não acumular bactérias e/ou fungos e evitar uma possível contaminação e, por consequência, perda de alimentos. 

5) Geladeira bagunçada pode impactar também na conta luz. A porta da geladeira aberta por muito tempo aumenta o consumo de energia, principalmente procurando ingredientes que não estão à mão.

6) Para melhor ordenar, use os cestos e nichos da própria geladeira, muitos deles já sinalizados. Também separe prateleiras conforme as refeições, por exemplo, uma para itens de café da manhã, outra para potes de sobras de alimentos, outras em gavetas como a de frutas e verduras. 

7) Nem todas as frutas devem ir para a geladeira. Idealmente apenas quando estão muito maduras, assim a geladeira não fica atulhada. Folhas verdes devem ser guardadas limpas, em potes grandes e transparentes com guardanapos para que se mantenham secas.

8) Idealmente, a ordem dos alimentos deve ser mais ou menos essa: frios, iogurtes, manteiga e ovos na parte superior da geladeira; no meio, os demais alimentos e sobras;  e nas gavetas inferiores, ficam as verduras, legumes  e frutas.

9) Cuide para fechar bem garrafas impedindo que as bebidas não percam gás ou vazem. 

10) Use mais o freezer para congelar alimentos antes que estraguem na geladeira. 

 

Geladeira organizada e higienizada deixa o dia a dia mais prático e só agrega benefícios para você e seu bolso. Que tal pegar essas dicas e aproveitar o próximo fim de semana para colocá-las em prática? No fim, você vai comer melhor, desperdiçar menos, e com isso, economizar!