Voltar

Consumo consciente

Documentários para entender o consumo consciente

Três documentários que incentivam a reflexão sobre o consumo desregrado, a produção de lixo em excesso, os desperdícios e como é preciso estar ligado para não comprarmos coisas apenas pelo hábito de comprar.

Você já deve ter ouvido falar sobre consumo consciente, certo? Aqui no blog a gente tá sempre falando a respeito por saber a importância do tema para a sociedade como um todo. Aliás, o assunto é tão relevante que vem ganhando cada vez mais espaço diante das constantes mudanças sociais e culturais que vivemos, sendo que muitas delas vêm alterando o significado de "consumir".  


O ato de consumir diz respeito não somente a quem faz a compra, mas, também, ao meio ambiente, a economia e a sociedade. Por isso é tão importante refletir sobre os nossos hábitos, estar atento à real necessidade do que adquirimos e aos possíveis impactos que uma compra desnecessária pode causar.


Produzir menos lixo, evitar desperdícios, conhecer a origem e os processos de fabricação dos produtos que usamos e saber os impactos que causam são algumas das atitudes que fazem parte do consumo consciente. Mas, para agregar ainda mais conhecimento e instigar novas ideias a respeito, separamos aqui três documentários que abordam o tema. Confira abaixo:


1. Minimalismo: um documentário sobre coisas importantes


Esta produção retrata a vida de pessoas que se liberam de tudo o que é supérfluo, se livram de dívidas e passam a viver apenas com o que é essencial. E, a partir dessa decisão, passam a dar menos importância a posses e a valorizar o que realmente importa para eles: a saúde, o bem-estar, a convivência familiar e a realização profissional. Disponível na Netflix, o documentário é apresentado pelos escritores norte-americanos Joshua Fields Millburn e Ryan Nicodemus, autores do blog “The Minimalists”, traduzido para o português como "Os Minimalistas". 


2. Obsolescência programada


Dirigido por Cosima Dannoritzer, o documentário espanhol revela a técnica utilizada por parte da indústria para fazer com que o consumidor compre novas versões de produtos, mesmo que os que possuam estejam em bom estado e funcionando perfeitamente. A história toda tem início durante a grande recessão econômica que abalou principalmente a Europa e os Estados Unidos entre 1929 e 1930. Foi nessa época que algumas empresas passaram a lançar produtos com uma vida útil mais curta de modo a incentivar o consumo, lógica que se mantém até agora na maior parte do mundo. O documentário foi produzido em 2010 e lançado na América Latina em 2016. Para assistir, faça uma busca por “Obsolescência Programada” no YouTube.


3. A história das coisas


Com apenas 20 minutos de duração, o documentário fala sobre a origem das coisas que compramos no dia a dia e onde elas vão parar após usadas. Lançado em 2009, continua atual ao mostrar o elo entre as questões econômicas, sociais e ambientais relacionadas ao consumo. O curta-metragem foi produzido de modo a ser um convite para criar um mundo mais sustentável e justo, trazendo uma reflexão sobre o papel de cada um na preservação do planeta. Também está disponível no YouTube.