Voltar

Consumo consciente

Como escolher frutas e verduras? Confira dicas para melhorar suas compras

Algumas características são fundamentais para que você escolha os alimentos de maior qualidade para levar para casa

Textura, cheiro, cor, consistência... Quando você vai ao mercado comprar frutas, verduras e legumes precisa ficar de olho nestas características para saber que levará para casa  apenas alimentos de qualidade para o consumo. Nós já falamos sobre a importância de se consumir produtos na safra, mas agora vamos conferir algumas dicas para escolher frutas, verduras e legumes e fazer uma boa compra.



Como escolher as melhores verduras?


Fora do pé, as folhosas param de amadurecer e, com o tempo, entram em decomposição. Por isso, quando for comprar, prefira as que estão mais firmes e com o verde mais vivo, sem aquelas manchas marrons e bordas desbotadas ou queimadas.


Fique de olho:


  • Quando for comprar alface, não importa a variedade, folhas menos rígidas e mais fechadas indicam maior frescor. Já a alface americana deve ser escolhida pelo tamanho das folhas e pela cor: quanto mais clara e mediana, melhor ela está.
  • Se você amassar levemente as folhas do espinafre e ouvir um som quebradiço, ele está muito imaturo, ou seja, não está no ponto de ser consumido. Opte por moles mais verdes, com folhas hidratadas e caules durinhos.
  • Tanto o brócolis quanto a couve-flor já passaram do ponto quando estão com os botões abertos e os talos moles. Escolha pés que estejam superficialmente mais verdinhos e evite os com tons amarelados, roxos ou brancos - estes são velhos ou podem ter bolor.
  • O repolho terá uma aparência viçosa quando as folhas de fora estiverem mais juntas, firmes e inteiras. Se foram separadas, murchas ou rasgadas, é porque o repolho está velho ou foi mal armazenado.



Escolhendo legumes e tubérculos de qualidade


Legumes e tubérculos normalmente são os mais fáceis de escolher. As cascas dos legumes devem ser lisas, sem partes meladas ou feridas, enquanto os tubérculos devem ter uma casca firme, sem manchas ou rugas.


Preste atenção:


  • Cenoura, quiabo e pepino devem estar uniformes e com as cascas firmes. Na hora de comprar cenoura e quiabo, tente quebrar a pontinha ou entortá-los: se estiverem endurecidos, podem estar ruins. Pepinos menores e mais finos são melhores para consumo. 
  • A batata e a mandioquinha estão no ponto certo quando estão rígidas, mas se você apertar com os dedos elas estão macias. Prefira sempre as mais lisinhas e amarelas e corra daquelas que estão esverdeadas, rugosas e brotando. 
  • Cebolas boas para consumo são as mais firmes e revestidas por uma casca escura. Como a casca é fina, ela pode machucar com mais facilidade. Quando estas marcas de batidas ou outras danos ficam escuras ou pegajosas é um indicativo de infecções por parasitas e bactérias. 
  • O tomate não pode estar amassado ou furado; quando a polpa perde sumo, ele atrai mais insetos. Aqueles com talo preservados são mais indicados, pois estão protegidos de contaminações.



Escolha as frutas mais frescas


Cor, aroma, textura e simetria são as características mais importantes para observar na hora de selecionar as frutas. O cheiro ajuda a identificar as que estão mais maduras ou amadurecendo. Lembre que cascas perfeitas e muito brilhantes podem indicar excesso de produtos químicos - e não qualidade nutricional. 


Fique atento:


  • Casca macia e em tons alaranjados indicam que a manga, o mamão e o pêssego estão bem maduros, assim como um cheiro mais doce que não pode ser muito forte - isso é sinal de que estão passando ou mofando. 
  • A aparência saudável da maçã e da pera é levemente reluzente e simétrica. Já nas frutas cítricas como laranja, kiwi e limão, o peso é indicativo de qualidade. Ou seja, quanto mais pesadas, melhor, pois significa que estão hidratadas e têm bastante suco. 
  • Aquele cheirinho doce inconfundível da banana e da goiaba é sinal de que a fruta está bem madura. Em casa, mantenha-as em temperatura ambiente; se refrigeradas, as bananas escurecem e as goiabas perdem sabor. 
  • Abacaxi e uva devem ter coroas/cabinhos verdes; se estiverem escuros, significa que estão envelhecidos. Quanto mais lisa a casca da uva, mais madura e doce ela está. Já no caso do abacaxi, ele pode ser comido se tiver contornos alaranjados e as folhas da coroa se desprenderem com facilidade.


Gostou das dicas? Compartilhe este post e ajude mais pessoas a terem uma alimentação saudável e a consumirem de forma consciente.