Voltar

Bem-estar

Dicas para não exagerar no fim de semana e nas festas

Tudo é uma questão de hábitos: é possível se divertir e manter sua alimentação saudável no fim de semana e durante as festas de fim de ano.

De segunda a sexta-feira é tudo lindo: você se alimenta nos horários e com as porções corretas, toma água com frequência e faz sua atividade física regular até "sextar". Quando chega a sexta à noite, muitas pessoas acabam “esquecendo” de que é preciso também manter a alimentação saudável no fim de semana, assim como os outros bons hábitos. 


Quem opta por uma vida equilibrada deve evitar ter uma semana de modo restritivo e comer de tudo que vê pela frente no final de semana ou nas festas. Para muitos, sair da rotina no final de semana não engorda, acreditando que tais  exageros (estamos falando de comida e de bebida) não significam um aporte calórico elevado… Ledo engano: a atitude pode render um efeito reverso e comprometer tudo que se conseguiu durante a semana.


Por isso, é super importante prestar atenção nos sinais do corpo e da mente para entender o que é vontade e o que é necessidade. Diferenciar se é fome ou “vontade de comer” ajudará você a, cada vez mais, fazer as escolhas mais adequadas para seus objetivos. 


O fim de semana pode ser decisivo para a dieta. Estudos feitos pela Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, mostram que basta a ingestão de algumas calorias a mais no sábado ou no domingo para o corpo voltar a ganhar alguns quilinhos. Ou seja, se você exagera na bebida nas festas de Natal e de Ano Novo e come aquele pedaço extra de torta, corre o risco de ver o ponteiro da balança estacionar.



Como não exagerar no fim de semana e nas festas


1. Cozinhe com ingredientes saudáveis: está chovendo e você só quer um docinho para acompanhar a maratona de séries? Uma alternativa é trocar os ingredientes com altos índices de gordura e calorias por opções mais nutritivas e naturais. No lugar de salgadinhos, petisque cenouras cruas e crocantes cortadas em palitos, pepinos em conserva, ovos de codorna cozidos, palitos integrais, etc;

2. Muita programação fora de casa? Faça um lanche antes de sair:  happy hour, eventos de fim de ano, ceias e comemorações normalmente acontecem nos fins de semana e pipocam nesta época do ano. Entretanto, se você lanchar frutas antes de sair para tais encontros, saberá que não está com fome (ou morto de fome!)  e precisará lidar apenas com a vontade de comer, fazendo escolhas não motivadas pela compulsão; 

3. Mantenha ao máximo a rotina da semana: se você pular uma refeição, provavelmente terá mais fome na próxima e vai bagunçar toda a rotina. Se você acordar mais tarde, tome um café da manhã leve, sabendo que em pouco tempo será a hora do almoço. Esse equilíbrio é um gatilho positivo para manter hábitos diários, pois o corpo não sente a diferença em relação aos outros dias da semana ou em relação ao período de festas.

4. Concentre a gula em uma grande refeição: nem sempre vamos resistir às tentações e isso é supernormal. Tenha em mente que um único exagero não impede você de seguir equilibrado a partir da refeição seguinte. Não desista, mantenha o controle voltando para ao ritmo de sempre e seguindo em frente;

5. Evite excessos de bebida alcoólica: além das calorias, o álcool intoxica o corpo, sobrecarrega o fígado e dificulta a eliminação de toxinas e a perda de peso. Se, ainda assim, você quer "bons drinks". Hidrate-se bem (tome água entre as doses de destilados, vinhos, espumantes ou copos de chope) e evite beber com o estômago vazio. 



Gostou das dicas? Temos mais uma recomendação: é importante que você tenha em mente que, além de cuidar da comida, manter os outros hábitos saudáveis também vai fazer a diferença. Mesmo que você não vá para a academia nem tenha agenda de aulas (de funcional, dança, pilates etc) no fim de semana e nas festas de fim de ano, inclua alguma atividade física na programação, pois a atividade aumenta a produção de substâncias que dão uma sensação de bem-estar, o que ajuda a não recorrer a uma compensação na comida. E não esqueça de tomar água, muita água!


Fontes: Nutricionista Karini Merolillo, Boa FormaPerforma AcademiaGaúcha ZH