Voltar

Bem-estar

Conheça os benefícios do ioga

Prática ancestral, o ioga tem inúmeras vantagens para a saúde, desde gerar a concentração plena até aumentar a flexibilidade do corpo.

Toda atividade física praticada de modo regular traz resultados positivos para a saúde e o bem-estar de qualquer pessoa. A pandemia dificultou a ida à academia e até mesmo aquela caminhada diária em alguns casos. Nesse contexto, os exercícios feitos em casa ganharam espaço, especialmente algumas modalidades, como é o caso do ioga.


Embora seja um método milenar, a ioga - e a filosofia de vida por trás dela - são atemporais e fazem muito sentido no mundo em que vivemos hoje. A prática é focada no equilíbrio: para o seu corpo estar bem, a mente também precisa estar. É por isso que tantos adeptos do ioga realmente se conectam com a modalidade e estimulam outras pessoas a conhecerem. Da concentração plena ao aumento da flexibilidade do corpo, os benefícios se estendem a vários aspectos da saúde.


Profissionais da área da saúde listam uma série de vantagens que, de modo geral, são sentidas a médio prazo, ou seja, cerca de 3 meses após o início da prática regular (3 a 5 vezes por semana). Isso acontece porque, à medida que a pessoa vai se dedicando, consegue ter maior consciência corporal e passa a controlar melhor o pensamento para que influencie o corpo e, assim, num ciclo virtuoso, todo o organismo trabalhe de forma harmônica e equilibrada. 


Cinco motivos para fazer ioga:


1. Sim, ioga emagrece!
O ioga acelera o metabolismo, contudo, a sua principal contribuição para o emagrecimento é o combate da ansiedade. Um dos efeitos desse mal pode ser manifestado pela fome exagerada ou o "comer ansioso", que levam a pessoa a comer muito mais do que precisa, provocando o ganho de peso. A prática do ioga auxilia a restabelecer esse controle sobre as emoções e impedir que a mente caia nas armadilhas da ansiedade. Os exercícios e as posições - quando feitas por mais tempo - também auxiliam na queima de calorias.


2. Alivia dores corporais
O praticante de ioga passa a ter uma maior consciência corporal, o que significa uma maior percepção da postura, da forma como anda, como senta e sinais de tensão muscular. Os alongamentos ajudam a liberar a tensão e dar flexibilidade aos músculos. Em alguns casos o ioga alivia dores causadas por escoliose, hérnia de disco, fibromialgia e contraturas musculares, por exemplo. 


3. Combate a insônia
Além de oferecer relaxamento e tranquilidade, facilitando uma boa noite de sono, o ioga aumenta a produção de melatonina, hormônio que regula o ciclo do sono, tornando-o mais profundo e relaxante. Ter o corpo mais "leve" também faz com que o descanso seja melhor à noite, proporcionando energia e disposição no dia seguinte.


4. Deixa o coração mais forte
O sistema vascular é muito estimulado durante a prática do ioga, principalmente quando as posições são mais intensas para o corpo. O coração, por sua vez, fica exposto a uma situação em que precisa executar melhor sua função. Assim, a atividade ajuda a fortalecer o órgão e reduz as chances de desenvolvimento de doenças cardíacas precoces ou infartos. 


5. Diminui o estresse e trata a depressão
A meditação - que conclui uma boa prática de ioga - faz com que a pessoa se concentre no presente, desocupando a mente de problemas do passado (depressão) ou do futuro (ansiedade), o que proporciona equilíbrio emocional, sensação de paz interior e bem-estar. Além disso, também ajuda no tratamento da depressão, devido à sensação de leveza e "completude" que proporciona, com aumento da autoconfiança, otimismo, concentração, diminuição da irritabilidade e melhora das relações interpessoais.


Os ganhos não param por aí! Por isso, a dica principal é: comece hoje mesmo! Vale para todas as idades. A orientação é que você escolha posturas para iniciantes para ir acostumando seu corpo à introdução do ioga na sua rotina, sem exigir demais dele. A pandemia facilitou o acesso à prática pois são inúmeras as aulas grátis nas redes sociais. Caso tenha problemas de saúde pré existentes ou limitações físicas, o ideal é buscar a ajuda de um profissional antes.